CÂMARA DE VEREADORES DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE AVARÉ

Avenida Gilberto Filgueiras, 1631 - Alto da Colina - Avaré-SP - CEP: 18706-240

Fone: 0800-77-10-999 / (14) 3711-3070 / (14) 99726-5444 / (14) 99786-2458

Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, das 8hs às 17h30. Sessões Ordinárias: Toda segunda-feira às 19hs

conteudo
Vereador Ernesto pode responder na Comissão de Ética por causa de
 

O vereador Ernesto Albuquerque (PT) pode responder perante a Comissão de Ética da Câmara de Avaré por, na última sessão do Legislativo, ter mandado o presidente da Casa, Denilson Ziroldo, calar a boca.

A discussão entre ambos aconteceu durante a votação do reajuste salarial dos funcionários da Prefeitura de Avaré.

A comissão de ética é formada pelos vereadores Rosângela Paulucci (presidente), Marcelo Ortega, Bruna Silvestre, Edinho da Farmácia, Tucão, Roberto Araujo e o próprio Ernesto Albuquerque, que, neste caso, deve ser afastado da análise da denúncia.

Durante a discussão do projeto de revisão salarial, de autoria do prefeito Poio Novaes, Ernesto Albuquerque pediu a palavra e começou a falar da situação política do país.  "Este índice de 5% de reajuste é pouco, não tem como defender um percentual destes, agora dá para a gente entender. Quando se fala em outros prefeitos que concederam um reajuste maior, a situação econômica era outra, hoje a situação política do Brasil mudou e vai piorar. Ou vocês acham que o "santo" Eduardo cunha e o Temer vão segurar a situação?", começou a dizer o petista.

Neste momento, Albuquerque foi interrompido pelo presidente da Câmara que pediu que ele se atentasse a discussão do projeto. Exaltado, o petista disse que "estava falando da situação econômica e que Temer e Cunha farão uma porcaria de governo, porque se trata de um golpe".

Novamente advertido por Ziroldo, Ernesto Albuquerque mandou o vereador tucano "calar a boca". Ao ouvir de Denilson Ziroldo que ele deveria ter mais respeito, o petista voltou a falar para o presidente do Legislativo "fechar a boca".

Depois que os ânimos se acalmaram, Ernesto Albuquerque se desculpou com Denilson Ziroldo, mas o presidente da Câmara manteve a decisão de tomar providências com relação a atitude do petista.

Segundo o artigo 22 do Regimento Interno da Câmara, o Presidente da Câmara, como representante legal do Legislativo, tem a prerrogativa de, durante as sessões, conceder ou negar a palavra aos vereadores e não permitir divagações ou apartes estranhos ao assunto em discussão.

O Regimento Interno ainda reza que, nestes casos, cabe ao presidente “advertir e chamar à ordem e, em caso de insistência, cassar a palavra”.

 

 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa do Legislativo

Data: 28/04/2016

Voltar para inicial   Mais notícias...

Ultimas notícias
O Legislativo agora tem seu próprio semanário Publicado em 04/07/2022

Audiência Pública - FREA Publicado em 23/06/2022

Audiência Pública - AVAREPREV Publicado em 23/06/2022

Acesse mais noticias

Agenda
27/07/2022 - Audiência Pública - AVAREPREV, referente ao 1º quadrimestre de 2022.
27/07/2022 - Audiência Pública - FREA, referente ao 1º quadrimestre de 2022.
09/06/2022 - Audiência Pública da Gestão Fiscal - Câmara e Prefeitura - referente ao 1º quadrimestre de 2022.
09/06/2022 - Audiência Pública - LDO

Mais eventos


Links
Assuntos
Midias
Mapa do Site

Acesso à Informação (e-SIC)
Câmara de Vereadores da Estância Turística de Avaré

Copyright © 2015-2021 - Todos os Direitos Reservados à Câmara de Vereadores da Estância Turística de Avaré

Desenvolvido por DZ Web & Design